Como servidores web podem se diferenciar e atingir todos os públicos?

O servidor é a “casa” de qualquer site, e como qualquer casa ela pode ser boa, ou não. Bem cuidada, ou não, ser acessível, ou não.

Uma das primeiras ações de quem está querendo criar seu próprio site é procurar um servidor web que transmita confiança. Ninguém quer um site que fique caindo a todo instante, lento ou que não carregue seus e-mails no exato momento em que mais se precisa deles. Acontece que a maioria dos servidores já cuida disso tudo, com soluções até parecidas, e como um servidor pode se diferenciar e conquistar novos clientes passa pela inovação, oferecer algo que os demais ainda não entregam?

Para Boby Vendramin, Diretor de Marketing e Mídia LATAM da Purple Lens, um servidor que ofereça em seu pacote opções de acessibilidade já sai na frente da concorrência:

“O plugin da Purple Lens transforma qualquer site para que todas as pessoas possam ter acesso aos conteúdos disponíveis no site. Um servidor que entregue um site que facilite o consumo de qualquer conteúdo automaticamente já estará se diferenciando, passando a ser uma referência.”

Muito além da proteção de dados.

Um servidor precisa ir além de armazenar e proteger os dados críticos do site. Além de facilitar o tráfego da rede e de cuidar da hospedagem virtual para executar diversos aplicativos, sites, dados e outros serviços, os servidores que implementam a acessibilidade garantem que seus clientes tenham acesso ao público que possui alguma limitação física, visual ou por idade.

Um servidor confiável permite que o site forneça acesso à Internet de alta velocidade em uma rede, com poder de processamento capaz de liberar memória e permitindo que PCs individuais tenham um melhor desempenho. Mas estes recursos acabam se perdendo quando o internauta não tem acesso.

A tecnologia de acessibilidade permite que 13% dos brasileiros que são idosos, pessoas com mais de 60 anos, consigam superar suas limitações para ler conteúdos:

O site acessível atenderá todas as pessoas que possuam algum tipo de deficiência visual e até mesmo a parcela de 25% de pessoas que são semi-analfabetas, sendo que uma a cada quatro são totalmente analfabetas ou analfabetos funcionais. Poucos servidores estão atentos com esses detalhes capazes de atrair mais sites para a carteira de clientesconclui Boby.  

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email
Print
Verificando...