Tecnologia altera contraste e facilita leitura web de quem possui deficiência visual

A falta de recursos que ampliem o tamanho da fonte ou mudam o contraste em uma página web dificulta a leitura para pessoas com baixa acuidade visual e esse problema vai se agravar brevemente. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que problemas de visão são os que mais crescem no mundo, com projeções de que metade da população mundial terá algum problema para enxergar até 2050.

Entre 2020 e 2040, o número global de míopes, por exemplo, aumentará 74%, passando de 399 milhões para 695 milhões. Neste mesmo período, o número de brasileiros com miopia deve aumentar 84,8%, passando de 6,6 milhões para 12,2 milhões.

Para Boby Vendramin, Diretor de Marketing e Mídia LATAM da Purple Lens, este inevitável aumento de problemas de visão já começam a impactar as empresas que dependem de páginas web, sites institucionais ou e-commerce:

“A Internet proporciona acesso a informações, comunicação e serviços que antes eram inimagináveis. O problema é que nem todas as pessoas conseguem acessar os sites sem barreiras, principalmente para conseguir ler o que está escrito na página. É um desafio diário uma pessoa com problema de visão acessar uma simples página, ela não consegue participar plenamente de atividades online.”

Acessibilidade para quem tem dificuldade visual

O alto contraste é uma das soluções para quem tem problemas de visão, e, por mais que os milhares de sites não mostrem isso, na prática, a solução é simples e passa por um plugin:

Boby explica que a utilização de cor é um problema comum de acessibilidade, detalhe ignorado por muitos web designers: “Nem todas as pessoas percebem a cor da mesma forma e isso dificulta a leitura web. Ao acionar o recurso alto contraste, esse problema acaba. Isso ajuda pessoas com algum tipo de deficiência visual a navegarem pela página”

Outra solução do plugin facilita a leitura monocromática, recurso amplamente difundido em leitores de ebooks, como Kindle, que deixa a tela preto e branco. Com um clique, a página exibe o mesmo conteúdo com fundo branco e letras pretas, que cansa menos a visão e não prejudica a leitura:

“Para sites que utilizam muitas cores, esse recurso facilita a navegação de quem não consegue ler por vários motivos. Pessoas daltônicas, por exemplo, automaticamente conseguem ler conteúdos que seriam impossíveis pela junção de algumas cores” completa Boby.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email
Print
Verificando...